terça-feira, 9 de agosto de 2011

Um retorno

Epifania, sei lá.. Talvez só nostalgia. Entendimento, com certeza. Como explicar? Chorando e rindo ao mesmo tempo. Só os amigos das antigas poderiam entender o que esse momento significou para mim. E ainda assim, talvez nem eles. Estou rindo sem conseguir controlar. Não fazia ideia que isso ia mexer comigo desse jeito. Não sabia que era tão importante, depois de todo esse tempo, anos! E ela ainda consegue fazer isso comigo com uma simples mensagem na internet. Me sinto tão leve, e eu nem sabia que carregava esse peso ainda. Estou tão impressionada com o quanto as pessoas acumulam coisas mal-resolvidas, e seguem fingindo que elas não são mais importantes. Como se quase três anos da minha vida não tivessem importância. É claro que não quero viver de passado, mas percebi que não dá para simplesmente ignorá-lo também. Entender o que aconteceu, como você se sentiu naquele momento, e como se sente agora em relação a isso é tão necessário, e eu não fazia ideia.


"A mind that is stretched by a new experience can never go back to its old dimensions." (O.W. Holmes)

Um comentário:

  1. Interessante o mergulho que faz na própria alma. Chega a ser angustiante ler os seus escritos. Quem te vê assim, meio angelical e meio blasé não pode imaginar a perturbadora intensidade que pulsa dentro de você.

    ResponderExcluir